Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Feira do Livro 09

 

   E a Feira do livro do Porto voltou este ano à Avenida dos Aliados. Eu sou uma visitante assídua da Feira, não fosse eu uma apaixonada por livros. Todos os anos lá estou eu. Nos últimos anos (bastantes) a Feira do Livro realizou-se no Palácio de Cristal, um espaço fechado, muitos vezes demasiado quente, mas que albergava a feira na perfeição. Pelo menos a eu entender. E a visita à feira acabava sempre por incluir um passeio nos magníficos jardins envolventes. Este ano regressaram à Avenida. Ar livre. Óptimo, um ponto a favor. Em dias em que não haja muito calor ou em dias em que não chova. Estava expectante em conhecer o ambiente desta "nova feira". Conclusões? Estava bem melhor no Palácio. Pareceu-me desorganizada e, não sei se reflexo da crise ou da localizaçao, uito mais pequena. E faltava-lhe uma coisa essencial: aquele cheirinho a livros novos. Ali os cheiros misturavam-se com o dos carros que passavam mesmo ao lado e com os mil e um cheiros do centro de uma cidade. Cheiro a livro, só mesmo encostando o nariz às folhas.  

   Talvez seja uma boa aposta lvar a Feira para o coraçao da cidade, mas pede muita mais organizaçao e melhores condições. Pelo menos é o que eu penso.

   Ainda assim, voltei para casa com sacas a cheirar a livros novos! E os eleitos foram:

 

 

   Mal posso esperar para os abrir e entrar nas suas histórias. Huuummm...