Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Mais uma escandaleira do nosso Portugal

   Que o Malato sofreu um enfarte nem é notícia escandalosa. Poderia suceder a qualquer um e não é por se ser vip português que estas coisas nos passam ao lado. Que o enfarte do Malato fosse publicitado em tudo quanto é revista do pink também não é nada de surpreender já que as revistas vivem disso mesmo. O que é realmente lamentável, acho que podemos usar esta palavra, é que o próprio Malato, que até esteve às portas da morte, permita que se faça do mais privado que é a sua vida a capa de uma revista. O que lhe terá passado pela cabeça para permitir a publicação de fotos suas no hospital, em recuperação, quando tudo o que se quer é paz e sossego. Para que foi tudo isto, vindo de um senhor que até se mantinha minimamente discreto?
   Depois destas fotos, acho que chegamos à loucura da exposição máxima da vida pessoal de cada um. Quando concebemos como normal a publicação de fotos de alguém em convalescença num hospital poderemos esperar qualquer coisa e podemos sobretudo afirmar que os valores pessoais estão, esses sim e cada vez mais, em crise.
   Pessoalmente acho lamentável que alguém precise/permita isto e que as revistas considerem que esta é a melhor forma de venderem. Quanto ao Malato, as melhores e menos senhor, muito menos.