Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Anjos e Demónios

 

   Não podia deixar de ver. Porque sou fã dos livros de Dan Brown. E porque gosto de tudo o que questione verdades tidas como inquebráveis, com um gostinho especial por esse "gigante da sabedoria" que é a religião. 

   O filme encheu-me as medidas. Prendeu-me desde o primeiro minuto, embora já tenha lido o livro (também magnífico) e o filme não seja inteiramente fiel ao original de Dan Brown. Ainda assim, revestiu-se de simbologia, ironia (todos aqueles sacerdotes a chegar ao Vaticano carregados de telemóveis de última geração e camâras de filmar e fotografar é um momento deveras cómico), questionamento, dúvidas, luxúria, suspense, verdades e mentiras, anjos e demónios. 

   É a eterna luta entre ciência e religião. É a revelação dos mais misteriosos segredos. É um resgatar de tradições ocultas durante anos, séculos, gerações e gerações de crente fiéis. Porque a verdade é só uma: "A Religião não é infalível...porque o homem também não o é."

 

   Um grande filme, sim senhora!

 

Todos iguais

   E de repente parece-me que os senhores do governo começam a fazer algo de jeito. Até quando continuaremos a viver num mundo de preconceitos?

   A Igreja é contra. Outra coisa não seria de esperar. Os senhores padres (que educada que estou hoje) parece que andam para aí a dizer que vão apelar aos fiéis que não votem em quem defende esta "aberração contra natura". Querem instituição erguida em alicerces de preconceito, radicalismos e princípios que se mantêm desde o tempo em que o mar se abriu ao meio? Aqui a têm. Só é pena estarmos a falar daqueles que defendem a igualdade, o amor, a paz, a plenitude...no papel, está claro.

   Mas algo me diz que os senhores padres não têm muito com que se preocupar. Promessa de político de gravata vermelha (temos tido evoluções ultimamente para o verde e o azul) tende a não passar disso mesmo: promessa. E promessas, tal como palavras, leva-as o vento...