Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Ir é o melhor remédio: Serra da Arrábida, a paisagem que não precisa de filtros

IMG_5474.jpg

Este era daqueles destinos que já estava na minha lista de "must go places" há algum tempo. Por todo lado se veem fotografias deliciosas das praias da Arrábida e a vontade de ir comprovar in loco que não havia mesmo filtros naquelas imagens maravilhosas. E resumindo já: comprovado e confirmado! A Arrábida é bela demais para precisar de qualquer filtro!

IMG_5392.JPG

    Para tudo ser mais prático optamos por ficar num hotel no centro de Setúbal - escolhemos o Melia Setúbal, que muitíssimo bem nos recebeu e acolheu - e fazer todos os transportes para as praias de autocarro, até porque parte da serra e das praias estão este ano (e muito bem!) interditas ao trânsito. Desde o centro da cidade existem autocarros regulares para a Praia da Figueirinha, a primeira praia da serra. Aí apanhamos o vai-e-vem para as principais e mais procuradas e bonitas praias da Arrábida: Galapos, Galapinhos e Portinho da Árrabida. 

IMG_5427.JPG

 IMG_5510.jpg

   Apesar de serem praias pequenas e muito concorridas, são praias com um ambiente muito agradável e onde se está muito bem. é impossível não ficarmos totalmente rendidos àquela paisagem: o verde da serra e as 500 mil tonalidades de azul do mar, que é, de longe, dos mais belos que já vi e que acredito que faça frente a muitas das fotografias dos mares das Caraíbas e afins que se veem por aí. 

IMG_5395.JPG

IMG_5515.jpg

     Perfeito, perfeito só mesmo se tivesse uma temperatura de água ligeiramente mais agradável, mas apesar de ser bem fresquinho, é um mar tão tão bonito que é impossível não querermos estar o dia inteiro lá dentro (eu, que sou a pessoa mais friorenta para mares que podem conhecer, passei o dia entre toalha e mar!). 

IMG_5416.JPG

IMG_5521.jpg

    Depois desta primeira visita, a Arrábida tornou-se um destino absolutamente obrigatório em Portugal. Dos locais mais bonitos em que já estive e daqueles a que vamos querer voltar vezes e vezes sem conta (pelo menos uma vez por ano vai ter de ser! É bonito demais para me deixar assustar pelos 350km de viagem!). Se outros motivos faltassem, aquelas águas cristalinas eram suficientes para convencer os mais resistentes! Foram só 3 dias, carregados de beleza e sol, mas ficou mesmo a vontade de que fossem muitos mais!

IMG_5587.jpg

IMG_5567.JPG

Aproveitamos também estes 3 dias para ir conhecer a renovada Tróia, que também é um lugar bem simpático, uma espécie de Principado do Mónaco português, assim como explorar um bocadinho a cidade de Setúbal, que apesar de ter ficado ainda muito por conhecer, me pareceu um lugar bem simpático. E onde se come muito bem, diga-se de passagem! 

 

 

 

Ir é o melhor remédio: Palácio da Brejoeira

IMG_5112.JPG

O Palácio de Brejoeira localiza-se bem perto do centro de Monção e data de início de século XIX, tendo passado por diversos proprietários, dos quais a última o habitou até 2015 (dá para imaginar alguém a viver nesta maravilha até há pouco mais de 2 anos???!!!).

Não sendo eu uma apaixonada pelas monarquias e por esse período da história, adoro palácios (costela Princesinha) e assim que percebi que este me andava a escapar e ficava a cerca de 1h30 do Porto, aproveitei o feriado de 15 de Agosto para me fazer à estrada e descobri-lo.

IMG_4978.JPG

A melhor forma de o conhecermos é com uma visita guiada. Existem 2 opções: a visita completa de 1h (interior do Palácio, bosques e adega), por 7,50 ou a visita mais curta de 30 min (só interior) por 5 euros. Ora se uma pessoa lá vai é para conhecermos tudo, por isso nem hesitamos! Relativamente à visita propriamente dita tenho a apontar o facto de ser muito rápida. O palácio tem interiores lindíssimos e uns bosques magníficos em volta e não temos oportunidade de os aproveitarmos e conhecermos devidamente. É sempre a andar! Até percebo que a afluência de turistas e as muitas visitas justifiquem este ritmo acelerado, mas deveria ser dada a hipótese de quem paga um bilhete poder ter "tempo livre" no exterior (não é permitido visitar ou permanecer nos jardins e bosque para além da visita).

Tirando isto, vale realmente a pena!

Infelizmente não é permitido tirar fotos do interior (também não consigo perceber bem porquê) mas facilmente encontramos imagens do seu interior na internet, do qual destaco a biblioteca (como não?) e o jardim interior. Alguns elementos decorativos e mobiliário são também muito bonitos.

6179021883_8d12f09998_b.jpg

palacio_brejoeira8.jpg

palacio-da-brejoeira.jpg

sds.jpgDepois o exterior: uma carrada de hectares de bosque e vinhas (vinho Alvarinho, como não podia deixar de ser nesta zona). Espaços absolutamente deliciosos nos quais apetece sentar e ficar e fotografar muito!

IMG_4973.JPGIMG_4987.JPG

IMG_4988.JPGIMG_4990.JPG

IMG_4991.JPGIMG_5080.JPG

   Se estão pelo norte do país este é um óptimo local para visitarem!