Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Mortos por dentros

   O trauma infantil é a principal causa de morte nas crianças até aos 14 anos.

   Os responsáveis pedem uma maior atenção por parte dos médicos no despiste de casos de maus tratos infantis. Como se isso fosse fácil. Muitos dos agressores são verdadeiros mestres da arte do disfarce, encobrindo os seus actos, disfarçando-os, ameaçando (ainda mais) as vítimas. E as vítimas são crianças que sofrem e calam. Que chegam aos hospitais de pernas e braços partidos, com traumatismos cranianos e mortos por dentro. E os médicos não percebem o que difícil de perceber. E 17% dessas crianças voltam ao hospital, pelos mesmos motivos. Com novas feridas. E ainda mais mortos por dentro.

   As pernas partidas curam-se. Os traumatismos podem ter danos mais ou menos reversíveis. E por dentro? Algum dia as feridas internas se curarão? Como explicar a uma criança destas que a infância é tudo aquilo que ela não teve e que tudo o que ela não viveu não é a infância?