Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

30

   30 anos. Hoje. Eu com 30 anos.

   Não sou daquelas pessoas que arranca cabelos com a passagem dos anos. Também não sou daquelas que gosta de os festejar com festas de arromba. Eu valorizo o dia-a-dia e cada momento que a via nos oferece, por isso datas especiais não me arrebatam o coração. Apesar disso, há números que nos marcam e o 30 pode muito bem ser um desses números. Não me assusta nada chegar aos 30, acho que a ideia até me agrada. Sair dos 20 parece que nos dá uma certa maturidade e autoridade quase automáticas (especialmente quando a nossa aparência física nos dá pouco mais de 20 anos). 

   Eu estou satisfeita por chegar aos 30 com a vida que tenho. Não é perfeita, não foi a que idealizei porque há muito que deixei as idealizações pelo caminho, não foi tudo o que poderia ter sido, mas foi a vida que vivi e só o facto de aqui chegar é motivo maior de satisfação e alegria. 

   Hoje, entro nos 30 com saúde, com os meus pais ao meu lado e com toda a família que me aquece o coração por perto; tenho um relacionamento que me preenche há mais de 10 anos com alguém que não é perfeito mas que torna a minha vida um lugar melhor; tenho trabalho, gosto do que faço e antes dos 30 consegui subir na minha carreira, o que me motiva para ser ainda melhor e maior; viajei, conheci lugares, conheci pessoas, tenho um gato cor-de-laranja tipo Garfield (sim, isto era uma espécie de sonho de vida para mim!), li muito e quero ler todos os livros do mundo, vi muitos filmes, fui a concertos, ouvi boa música que fica para sempre, fotografei muito, aprendi muito sobre tudo o que a vida é, não é e pode ser, tornei-me uma pessoa melhor, sou mais saudável, apaixonei-me pelo exercício físico, corro apesar de continuar a destestar, aprendi a valorizar o que realmente interessa e a deixar para trás aquilo que nos torna mais pesados, chorei e sei que vou voltar a chorar, perdi e sei que vou voltar a perder, falhei e sei que vou voltar a falhar. Mas também sorri e a vida sorriu-me muitas vezes e é isso que hoje, ao chegar aos 30, realmente importa: os sorrisos da vida e para a vida. Porque daqui para a frente e enquanto me deixarem cá andar eu quero continuar a sorrir, sempre, mesmo quando as portas se fecharem, mesmo quando o sol não brilhar, por mais difícil que a vida possa parecer, usar os músculos da cara e dos lábios e sorrir, sorrir sempre, para mim, para os meus, para os que se cruzam comigo. Sorrir para a vida, pela vida e com a vida. 

   Obrigada pelos sorrisos dos meus 30 anos. 

Parabéns

   Hoje ELE faz anos.

   ELE não é só mais uma pessoa a fazer anos no dia 14 de Novembro. ELE é mais uma daquelas raras pessoas que torna a vida um lugar agradável, saborosa, excitante. ELE dá cor aos dias, aos meus dias, faz-me sonhar e dá-me os pincéis bem coloridos para pintar o quadro de cada um desses sonhos. O seu coração é do tamanho do mundo. Não, não cabem lá muitos amores. Cabem só aqueles que merecem caber, mas a esses está garantido o melhor dos lugares para se viver. Está garantido amor sincero e puro, dedicação extrema, espírito de sacrifício, carinho e muitas alegrias com sorrisos à mistura.

    ELE é bonito. Os seus olhos cativam, prendem e é por isso que aqui estou a falar DELE. Foi o seu olhar que me chamou, foi não sei bem o quê que o pôs na minha vida. E como é bom tê-lo na minha vida. Como é bom saber que temos ali alguém para nós. Alguém que nos seca as tristezas e nos enche de sorrisos. Alguém a quem podemos ligar a qualquer hora do dia ou da noite para falar de coisas sérias ou simplesmente para dizer Olá, és uma lula recheada com carne podre, ao que ELE nos responde “e tu és uma tosta mista com fiambre estragado”. Com ELE podemos ir ao cinema e partilhar um grande balde de pipocas. Podemos ir à praia ou só ver o mar. Podemos ir caminhar, fazer um piquenique surpresa ou até ir às compras. DELE recebemos elogios todos os dias. Para ELE somos lindas (sou!!!) e faz-nos sentir realmente bonitas. Com ELE aprendemos a ser melhores pessoas. Por ELE mudamos. Com ELE somos nós mesmas, sem máscaras ou aparências enganadoras.

   Porque hoje fazes anos, Parabéns. Parabéns pelos teus 24 anos de existência. Parabéns pela pessoa que és. Parabéns.

 

 ELE É O MEU NAMORADO.