Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

O homem mais feliz do mundo

 

 

   Afinal ele existe mesmo! O seu nome é Matthieu Ricard e é considerado o homem mais feliz do mundo! Não percebo muito bem como chegaram a tal conclusão, mas dizem que foi submetido a estudos neurocientíficos intensivos com conclusões surpreendentes (eu fico logo surpresa com a existência de testes fiáveis que avaliam a nossa felicidade).

   Matthieu era um engenheiro molecular de sucesso e um brilhante académico, que circulava entre a nata intelectual francesa e convivia com filósofos, prémios nobel e músicos. Em 1972, depois de ver um documentário sobre os monges tibetanos decidiu que também queria seguir aquela vida. com apenas 24 anos (e aqui surpreende-me que aos 24 anos já fosse um engenheiro de sucesso e com tantos contactos) mudou-se para os Himalaias e hoje, despojado de bens materiais, considera-se extremamente feliz. E pelos vistos provaram cientificamente essa felicidade.

   Não sei se tomo isto como um exemplo, afinal nem todos nos sentiriamos felizes enquanto monges no tibete. Ainda assim, faz-nos acreditar que a nosa vida pode de facto mudar de um dia para o outro, com um simples click! que nos mostra que existem outros caminhos e outras formas de sermos felizes.