Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Ver: This is Us

IMG_4393.JPG

 

Deixei de ver séries há muito tempo, quando elas se banalizaram, multiplicaram até à exaustão (haverá vida suficiente para uma pessoa seguir todas essas séries que para aí andam?) e passaram todas para o domínio do "fantástico-hipotético-ficcional do mais ficcional que há". Há uns tempos descobri esta na net e o nome chamou-me à atenção. Vi o primeiro episódio e foi quanto bastou para me prender. Numa época em que só nós chegam séries completamente desligadas da realidade e cheias de violência e histórias/personagens que não são minimamente cativantes de tão impossíveis que são, esta série vem marcar toda a diferença. Esta não é mais uma série. Esta estreia amanhã no FoxLife e é uma maravilha. 11 episódios depois, estou rendida. Não há ficção. Há vida real. Chama-se This is Us, mas facilmente se poderia chamar This is Life. Porque é mesmo isso, vida. Espreitem e rendam-se!

O que é que se vê por aqui?

Gossip Girl new season

Graças a esse maravilhoso mundo que é a internet o 1º episódio da 3ª temporada, estreada ontem nos EUA, já cá rolou (que, by the way, teria sido um pouco mais interessante não fosse a breve referência ao quido do Cristiano Ronaldo. Começo a ter medo de o poder vir a ver num futuro episódio...)!! Quem não gosta de sonhar com a vidinha boa (e as roupinhas e os sapatinhos lindos!) desta gente do Upper East Side?

Weeds, season 3, 4 e 5

Apesar de já ter uns aninhos, só descobri agora esta série, que tão bem retrara a vida de aparências dos subúrbios americanos.

 

Enquanto se aguarda pela estreia da 6ª temporada de

 

Oh retratos de vida fútil, como vocês me enchem a vista e me preenchem as horas vagas...