Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

Era mesmo necessário este espectáculo todo?

   Que os casais do nosso jet7 se separem/divorciem é coisa que não nos pode fazer confusão nenhuma, muito menos gerar ondas de lamentação do tipo "ah que chocada que eu estou que eles pareciam o casal mais fofinho à face da terra". A verdade é que nós, comuns dos mortais, não sabemos absolutamente nada acerca das pessoas que aparecem nas nossas revistas do cor-de-rosa, para além daquilo que elas mostram ou escrevem (e mesmo assim, há que ter cautela). Para além disso, mesmo no casal mais fofinho à face da terra é perfeitamente "normal" que estas coisas do coração corram um bocadinho mal e se decidam separar os trapinhos. Toda a especulação que se gira em torno destas situações é mais uma das coisas de lamentar, mas muitas vezes são os próprios "vips" que contribuem para tal ao anunciaram aos sete ventos, que é como quem diz às sete revistas, pormenores tão pessoais e intímos. Mas o que é verdadeiramente deplorável é a pouca vergonha que se pode gerar à volta de determinadas situações, como parece que é o caso da separação da Babá e do seu Carilhinho. Primeiro anuncia-se a separação e partir daí é um salve-se quem puder e é cada declaração/ acusação pior que a anterior.

   Eu pergunto-me se esta gente não tem vergonha na cara, se não tem família que até possa ficar magoada com tudo isto, se não tem filhos que estarão a passar, provavelmente, pela maior vergonha das suas vidas (já para não falar de tudo o resto), se não têm uma vontade, ainda que muito pequenina, de manterem privado o que é tão privado e que, ao que parece, chega até a ser vergonhoso tornar público.

   ficam apenas algumas das declarações recolhidas do site da revista Caras:

 

«Segundo a edição de hoje do Expresso, Bárbara Guimarães apresentou queixa no  DIAP de Lisboa por agressões de forma continuada por parte do ex-ministro. O  semanário escreve ainda que a apresentadora alega ter sido agredida quase  diariamente nos últimos seis meses, em algumas situações na presença dos filhos»

«Contudo, o professor universitário nega as acusações e garantiu durante uma  entrevista ao Expresso que “nunca tocou” na apresentadora da  SIC. Manuel Maria Carrilho contou ainda ao semanário que Bárbara Guimarães está  a “atuar como uma pessoa enlouquecida”, comportamentos que atribui ao  facto de “estar sistematicamente alcoolizada”.»
 

«O ex-ministro da Cultura terá chegado acompanhado por um grupo de cerca de 10  pessoas e foi impedido de entrar em casa. Após algumas altercações, Nuno  Oliveira, amigo da apresentadora acabou por ser agredido e a Polícia e  INEM foram chamados ao local.
Manuel Maria Carrilho afirmou publicamente  que os filhos estão "sequestrados" e que não os vê desde o dia 18 de outubro,  após ter regressado de uma viagem a Paris. »

   Recolham-se às vossas casas, resolvam a vossa vidinha, olhem pelos vossos filhos e não tragam mais dramas venezuelanos e de lamentar à vida portuguesa.