Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

1001 pequenos nadas...

...que são tudo, ou apenas esboços da essência de uma vida entre as gentes e as coisas, captados pelo olhar e pela mente livre, curiosa e contemplativa. Por tudo isto e tudo o resto: É PROIBIDA A ENTRADA A QUEM NÃO ANDAR ESPANTADO DE EXISTIR

this is it

   Longe de uma sala esgotada, lá fui ver o "This is it", acompanhada pelo mais-que-tudo que descobriu recentemente a sua admiração pelo trabalho de Michael Jackson.

   Fui e gostei. Longe de ser uma fã de alma e coração, admiro e reconheço o seu talento, para a música e para a dança. O filme não é mais do que um documentário dos ensaios de MJ e a sua banda e bailarinos para os seus últimos concertos. Não deixa de ser irónico pensar que os últimos nunca chegaram a acontecer. E não deixa de parecer estranho e triste saber que dias depois aquele homem exigente e rigoroso estava morto. Ao longo de quase 2horas somos brindados com ensaios das suas músicas mais conhecidas, muitas delas em versão completa. E vemos um MJ fragilizado, assustadoramente magro, que poupa a voz em alguns dos momentos mais "fortes" das músicas, mas que não poupa nos "God bless you" e nos "I say this with love...with love...only with love". Mas aquele MJ talentoso, bailarino, inovador, único, estava lá. Mais ou menos sorridente, mais ou menos energético. Estava lá. Em palco. Com 50 anos. A sentir a música como ninguém o faz. Talvez tenha sido esse o seu segredo: sentir.

  

   Confirma-se a perda de uma estrela. Confima-se o termo "King of Pop". Confirma-se que os concertos iriam ser algo de estrondosa e exageradamente marcante. Algo completamente MJ. E confirma-se que estava rodeado pelos melhores - os bailarinos que o acompanham são qualquer coisa do outro mundo.